24 de out. de 2020

Sobre justiça e injustiça

José Bernardo.

Um dos efeitos da secularização é o que podemos chamar de ‘evangelho social’, aquele que imagina um Estado de Justiça regulando as instituições da sociedade, inclusive a Igreja. Muitos líderes infiltrados nas igrejas adotam essa heresia e maliciosamente usam linguagem bíblica para espiritualizá-la e infectar os crentes ao colaboracionismo. Mas a Palavra de Deus não permite essa ilusão: “Não se ponham em jugo desigual com descrentes. Pois o que têm em comum a justiça e a maldade? Ou que comunhão pode ter a luz com as trevas?” 2Co 6:14. A Bíblia não reconhece a possibilidade de justiça conforme Deus ou clareza nos infiéis, portanto nos exorta a não nos submetermos às mesmas obrigações já que isso seria desigualdade. Como líder, evite que a igreja ou o ministério concorde com os infiéis na busca pela justiça social. Promova a justiça divina pela evangelização. Isto é liderança bíblica.

<Siga no Instagram>
#liderançacristã #liderançaevangélica #liderançabíblica

Nenhum comentário:

Postar um comentário

É bem vindo seu comentário que honre e exalte a santidade do Senhor.