20 de ago de 2017

Diversidade

José Bernardo

Aprendi que quem clama por igualdade é ignorante, louco ou mal-intencionado. O fato é que nós não somos iguais, portanto não há equidade na igualdade. Na viciosa concepção de que a pessoa humana é a unidade indivisível da sociedade, a igualdade parece ser necessária, mas tanto uma como a outra é engano e ilusão. A verdade é que somos pessoas porque temos capacidades e possibilidades muito distintas. Não somos indivíduos, no entanto, pois não existimos separados dos outros.
Quando muito condescendente, o humanismo fala da coletividade e dos humanos como seres sociais. Isso não chega nem perto do que o Criador disse sobre nós: “Ora, assim como o corpo é uma unidade, embora tenha muitos membros, e todos os membros, mesmo sendo muitos, formam um só corpo, assim também com respeito a Cristo” 1Co 12:12. Em seguida o apóstolo Paulo, inspirado pelo único Espírito que age como quer, nos dá três importantes lições que precisamos observar. A primeira é que não podemos excluir a nós mesmos porque somos diferentes dos outros. A segunda é que não podemos excluir os outros porque são diferentes de nós. A terceira é que cada membro do corpo tem sua própria dignidade, e aqueles que poderiam parecer menos valiosos são especialmente importantes e necessários. Aos romanos, Paulo disse que não se conformassem com o pensamento desse mundo (Rm 12). E de que pensamento falava? Justamente o de achar-se autossuficiente, de pensar em si mesmo como um indivíduo e de ignorar o valor dos outros. Ele convocou solenemente os crentes a se transformarem pela renovação de sua mente, até compreenderem “a boa, agradável e perfeita vontade de Deus”, nomeadamente a unidade de um corpo onde cada um funciona de acordo com a personalidade que recebeu de Deus. Então, vamos muito além da ‘Liberté, égalité et fraternité’. Nós defendemos a unidade do Corpo, em que cada pessoa é valorizada por aquilo que pode realizar para benefício de todos. É o que Paulo também disse aos efésios: “Dele todo o corpo, ajustado e unido pelo auxílio de todas as juntas, cresce e edifica-se a si mesmo em amor, na medida em que cada parte realiza a sua função” Ef 4:16. Não desperdiçaremos nossas forças e recursos na defesa dos direitos iguais do individualismo, nem na cooperação do coletivismo. Nós buscaremos a unidade plena de membros ligados pelo vínculo da paz sob a cabeça que é Cristo Jesus, nosso Senhor.
............................................
Siga o meu blog: www.sejamsantos.org
curta minha página: www.fb.com/josebernardo.job
siga-me no Instagram: @josebernardo.amme 
............................................
#JoséBernardo #SejamSantos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

É bem vindo seu comentário que honre e exalte a santidade do Senhor.