14 de ago de 2017

Desejo

José Bernardo

Aprendi que a verdadeira conversão não está em fazer o que Deus manda, mas em desejar o que ele quer. Tenho sempre dito que enquanto o crente diz ‘eu não posso’, ainda não se converteu, ainda está sujeito ao peso da Lei e à ditadura da carne. É quando pode dizer ‘eu não quero’, que o crente vence o poder do pecado.

Infelizmente muita conversa é desperdiçada em discutir se Deus permite ou proíbe a tatuagem, o piercing, a música secular, o biquíni, as festas mundanas ou o namoro com descrentes. Deus aceita o homossexualismo? Deus aceita o sexo antes do casamento se for feito com amor, se houver a intenção de casar? Deus admite o divórcio e o novo casamento? Para todas essas questões, há somente uma resposta, e muito simples: "Se alguém quiser acompanhar-me, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me” Mt 16:24,25. A questão não é se Deus permite ou proíbe aquilo que nossa carne deseja fazer, mas se estamos dispostos a morrer para os nossos próprios desejos, fazendo somente aquilo que Deus quer. Jesus explicava que iria sofrer e morrer em Jerusalém. Pedro não queria isso, desejava que Jesus ficasse a salvo. Era um desejo justo? Por isso Jesus o chamou de satanás, palavra que significa opositor. Satanás se opõe à vontade de Deus, e quem dá lugar aos desejos da carne é como ele. Quando um adolescente ou jovem cheio de desejos da carne quer descobrir uma forma de fazer o que deseja, não há meios de vencer essa discussão. É por isso, por exemplo, que o debate contra o relacionamento com o mesmo sexo é tão infrutífero. Se alguém se entrega a esse desejo carnal, não fará o que Deus quer, não cumprirá o plano de divino. O que precisamos discutir é se estamos dispostos a negar a nós mesmos, a crucificar nossa carne e imitar Jesus. Devemos decidir se vamos deixar nossas vontades para fazer somente a vontade do Pai. Então, parem de perguntar se Deus permite fazer o que desejam e comecem a buscar o que Deus quer que vocês façam. Vocês serão verdadeiros seguidores de Cristo se puderem dizer sobre cada coisa que fazem: ‘essa é a vontade de Deus’. É assim que devemos ler as Escrituras, procurando em cada passagem o que Deus quer que façamos, deixando que a nossa vontade seja moldada pela Palavra de Deus, até que nosso desejo seja o desejo do Senhor.
............................................
Siga o meu blog: www.sejamsantos.org
curta minha página: www.fb.com/josebernardo.job
siga-me no Instagram: @josebernardo.amme
............................................

Nenhum comentário:

Postar um comentário

É bem vindo seu comentário que honre e exalte a santidade do Senhor.