16 de jul de 2017

Liderança bíblica

Aprendi que há uma diferença intransponível entre o que o mundo pensa sobre liderança e o que é liderança conforme a Palavra de Deus. Infelizmente a Igreja tem falhado na formação de líderes. O mais comum é que, depois de fazer sucesso conforme o mundo e assumir posições de liderança na academia ou no mercado, as pessoas sejam convidadas a assumir alguma posição de liderança na Igreja.

Gabriel J. M. Augustin Ferrier, David victorious over Goliath - 1876 (detalhe)


Faltam programas de desenvolvimento de líderes que preparem os crentes desde a infância e adolescência com os valores espirituais necessários para liderarem conforme Cristo. Por exemplo, um dos aspectos mais incongruentes entre o pensamento do mundo e a verdadeira liderança é que no mundo o líder deve se impor, precisa mandar, determinar o que fazer. Sendo assim, os líderes conforme o mundo devem ser mais ricos, mais fortes e mais sabidos do que seus liderados. "Não será assim entre vocês. Pelo contrário, quem quiser tornar-se importante entre vocês deverá ser servo" Mc 10:43. Na liderança conforme Cristo, é o liderado quem se submete, quem procura orientação, quem pede a instrução, quem se dispõe a obedecer. Gosto de pensar em todas aquelas pessoas que contratamos para nos servirem e a quem nos dispomos a obedecer para que prestem um bom serviço. Contratamos um cabelereiro, pagamos, ele trabalha para nós, então, se manda abaixar a cabeça, abaixamos, se manda virar de lado, viramos. Obedecemos porque queremos que o serviço seja bem feito. Portanto, no Reino de Deus, os líderes servos serão atendidos se estiverem servindo verdadeiramente, se os liderados perceberem que sua obediência vai produzir um bom resultado para eles mesmos. Então, o desenvolvimento de líderes deve ser um treinamento para servir. Devemos considerar o serviço a ser feito e destacar as capacidades, conhecimentos e habilidades necessários para a qualificação. As capacidades são inerentes à pessoa, portanto, um programa de desenvolvimento supõe a adaptação das atividades à capacidade dos líderes. Os conhecimentos são adquiridos por escolarização, devendo-se prover aprendizagem fundamentada nas Escrituras. As habilidades são obtidas pelo exercício, de modo que os líderes em desenvolvimento devem ter a oportunidade de praticar o serviço até servirem com excelência. O líder estará disponível para servir, como um garçom que se dispõe a entregar aquilo que lhe pedem: 'em que posso servir-lhe?'.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

É bem vindo seu comentário que honre e exalte a santidade do Senhor.