9 de fev de 2017

Até que passe o perigo

A contínua ação de Deus em favor dos seus.

A., adolescente ainda no ensino médio, encontrou uma de nossas literaturas e aprendeu sobre Jesus. Filho de um líder muçulmano, criado no islamismo, vivendo em uma região muito fechada para o Evangelho, ele foi cheio de fé e desejou seguir Jesus. Na seguinte oportunidade de ir para a mesquita com sua família, ele se recusou a ir e se declarou cristão. Seu pai tentou persuadi-lo primeiro, depois o ameaçou e, como ele ainda se recusasse a cumprir as obrigações religiosas de um muçulmano e insistisse em ser cristão o pai o espancou tão severamente que o menino ficou hospitalizado durante muitos dias.

Quando se recuperou o suficiente para deixar o hospital, A. encontrou alguns amigos de infância que quiseram saber porque ele ficara hospitalizado. O garoto contou sua história e declarou sua fé, isso fez com que os amigos se voltassem contra ele e o espancassem novamente. Por causa da perseguição, A. precisou fugir de sua cidade e procurou abrigo na casa de um pastor na cidade próxima. Seu pai o encontrou e foi com vários homens ameaçar queimar a casa do pastor e a pequena igreja, caso ele continuasse abrigando A., que se viu obrigado a fugir para uma cidade maior.

Lá ele encontrou outro pastor que o abrigou no seminário. A. terminou o ensino médio e cursou teologia. Quando assisti seu emocionante testemunho de fé e perseverança, ele concluia dizendo que tinha o sonho de retornar à sua cidade e proclamar o Evangelho ali. Parecia impossível, tanto quanto que ele tivesse lido o Evangelho e sido atraído para o Reino de Deus em Cristo, resistindo à violência e perseverado no Senhor. Contei esse testemunho a muitos adolescentes e jovens no Brasil e oramos bastante por A., pelos pastores que o abrigaram e por seu futuro.

Hoje tive o privilégio de encontrar aquele pastor que recebeu A. no seminário e o acompanhou durante os últimos anos. Quando perguntei sobre o garoto, um jovem adulto agora, o pastor se emocionou muito em me contar que ele retornou para sua cidade depois de haver concluído o seminário e a faculdade de Tecnologia da Informação. Deus o abençoou e ele se destacou tanto que conquistou uma posição no palácio do governo de sua província. Ele é um líder em sua igreja e atua firmemente na evangelização de crianças, permanecendo na fé que recebeu e produzindo muito fruto para a glória de Deus.


Esse testemunho é a repetição do salmo 57! “Clamarei ao Deus altíssimo, ao Deus que por mim tudo executa” Salmosl 57:2. Eu precisava ouvir esse belíssimo testemunho, principalmente quando estou orando por Guiné Bissau e por outros países de língua portuguesa que estão sob forte ataque do Islã. Eu precisava ter a minha esperança e alegria fortalecidas pela vida de A., a quem ainda não conheço pessoalmente, mas que sinto como se fosse meu irmão. Deus me abençoou e eu estou alegre. Quis compartilhar essa bênção com você, para que você se alegre também.

Um comentário:

É bem vindo seu comentário que honre e exalte a santidade do Senhor.