27 de fev de 2016

A vocação deste século

Vocare 6, por José Bernardo

Há alguns anos a igreja, inclusive os jovens e os adolescentes, entendiam que chamado ou vocação se refere ao ministério: integral, exclusivo e modelar. Hoje, cada vez mais a vocação se confunde com a escolha de uma profissão qualquer, com um vago senso de ser uma boa pessoa. Com isso, a Igreja trata desse tema como faria qualquer orientador vocacional no meio secular. O que mudou? A Palavra de Deus continua a mesma e o Senhor continua chamando uns para apóstolos, outros para profetas, evangelistas, pastores, mestres, bispos e diáconos. Mas há novas teologias, outros evangelhos, que seduzem os crentes e os afastam do plano divino.

Congresso Vocare, de 21 a 24 de abril de 2016 em Maringá - PR


Tenho apontado as quatro características que vejo em todos os 'outros evangelhos' que contaminam a Igreja nesses dias e também desarticulam as vocações: antropocentrismo, secularismo, consumismo e imediatismo. Falsos evangelhos que colocam necessidades e desejos humanos como razão da fé mandam os jovens fazerem o que gostam; valorizando mais o pensamento humano do que a revelação divina, os empurram para cursos substitutivos da fé; buscando mais as coisas visíveis do que as invisíveis, os ensinam a acumular riquezas nesse mundo; sem uma visão da eternidade, correm com eles atrás de recompensas imediatas e passageiras.

A crise vocacional que a Igreja sofre é consequência dos falsos evangelhos que a corromperam, muitas vezes travestidos de teologias contemporâneas. Sem uma fé cristocêntrica, bíblica, espiritual e eternal, não despertaremos novas vocações missionárias, não cumpriremos a missão bíblica da Igreja.

(Qual sua opinião sobre isso? Faça um comentário abaixo)
............

O pastor José Bernardo é fundador e presidente da AMME evangelizar. O tema desse post emergiu da Sondagem de Vocação Evangelística Missionária realizada pela AMME com participantes do Congresso Vocare 2015. O Congresso Vocare é uma realização da AMTB – Associação de Missões Transculturais Brasileiras da qual a AMME faz parte. O congresso Vocare em 2016 será realizado de 21 a 24 de abril em Maringá -PR www.ammeevangelizar.org/vocare/

8 comentários:

  1. Triste ver essa inversão de valores da Palavra de Deus que estamos presenciando nesses nossos tempos de angústia e dor, ás quais já nos acostumamos. Estamos como leprosos, insensíveis que somos às nossas próprias dores. Os jovens surdos, só ouvindo os apelos do mundo. Não fazem a Obra. Não ouvem O Chamado... Profético... Jesus voltando !

    ResponderExcluir
  2. Antes do amor de muitos esfriar, a Igreja cria que se pregássemos o Evangelho as pessoas conheceriam a Verdade e seriam libertas por ela. Depois que o amor se esfriou, a Igreja acredita que se formos boas pessoas e fizermos boas coisas isso fará com que o mundo seja um lugar melhor. Amando menos, finge amar mais.

    ResponderExcluir
  3. sonho em ser um mestre na palavra do Senhor e propagar a salvação através desse ministério.

    ResponderExcluir
  4. A crise começa quando o atendimento às necessidades mais imediatas torna-se mais importante que vislumbrar a recompensa futura.
    Pregamos os benefícios da cruz, ignoramos os deveres da cruz...
    Tempos angustiosos, esses..

    ResponderExcluir
  5. A paz! Conversando com um filho de pastor, como eu, ouvi ele dizer, que não gostaria de assumir um lugar no ministério, por saber da responsabilidade, e das dificuldades enfrentadas por um pastor. Naquela mesma noite, este mesmo jovem pregou a palavra, e percebi o dom para pregar, que, se talvez, será desperdiçado. Ou seja, muitos não querem o ministério, por não quererem responsabilidades, cobranças, em outras palavras, por não querer levar sua cruz.

    ResponderExcluir
  6. Uma dúvida!Ainda existem Apóstolos e profetas?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mateus, qual livro, capítulo e versículo da Bíblia indicaria que Deus cessou de dar líderes com essas e outras funções similares para a Igreja? Nossa fé deve se firmar única e exclusivamente no que a Bíblia diz. Nós somos servos da Palavra.

      Excluir
  7. Verdade Pastor José Bernardo, mas tenho ouvido algumas pessoas que afirmam que estes ministérios não existem mais em nossos dias, por isso surgiu em mim está dúvida.

    ResponderExcluir

É bem vindo seu comentário que honre e exalte a santidade do Senhor.