1 de jan de 2015

Viri galilaei

Paz e alegria no Senhor.

Muitas de nossas igrejas celebraram a Ceia do Senhor na passagem do ano. A leitura bíblica, provavelmente, incluiu esta palavra inspirada: “Porque, sempre que comerem deste pão e beberem deste cálice, vocês anunciam a morte do Senhor até que ele venha.” 1Co 11:26. Talvez, muitos crentes a ouviram sem notar que não se refere a ter uma ‘boa morte’ e depois ir para o Paraíso pela eternidade. Esse texto se refere à Segunda Vinda de Cristo, propósito de nossa fé e referência para tudo quanto fazemos nesse mundo.



Qualquer religião inclui o conceito de um lugar melhor após a morte. Isso alivia a angústia da separação e ameniza a dor do desperdício da vida. Diferentemente, o Cristianismo está fundamentado na volta de Cristo. Nossa visão da eternidade gira em torno da promessa da Segunda Vinda. Contudo, essa perspectiva do arrebatamento tem sido empalidecida em nossos dias, e a religiosidade se concentrou na ideia ecumênica de algum tipo de paraíso utópico. É um pobre consolo, quase mórbido, viver olhando para a morte, esperando que ela seja boa e, ainda assim, tentando evita-la o quanto possível. Essa limitação da visão tem consumido a verdadeira esperança cristã.

“Pois, dada a ordem, com a voz do arcanjo e o ressoar da trombeta de Deus, o próprio Senhor descerá do céu, e os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro. Depois disso, os que estivermos vivos seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, para o encontro com o Senhor nos ares. E assim estaremos com o Senhor para sempre. Consolem-se uns aos outros com estas palavras.” 1Ts 4:16-18.

Animem-se! Jesus “...voltará da mesma forma como o viram subir” At 1:11. Minha oração pela Igreja Brasileira é que seja restaurada e fortalecida na esperança da volta triunfal do Senhor Jesus. Poderosa é essa esperança que nos faz perseverar, vencer os reinos desse mundo e que transforma em nada os obstáculos que aqui enfrentamos. Que a Igreja clame: Marana-tha! Tenho certeza de que, assim, teremos um 2015 muito melhor.

José Bernardo
AMME evangelizar



(Foto: John Singleton Copley, Ascension – 1775. Óleo sobre tela)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

É bem vindo seu comentário que honre e exalte a santidade do Senhor.