14 de set de 2014

A nossa justiça


Ontem, enquanto saltava entre canais, em um dos raros momentos em que assisto televisão, tive o desprazer de assistir 30 segundos de um programa em que alguns teólogos debatiam sobre o inferno. Paletós, mesa cheia de livros, cenário, tudo induzia a acreditar que tinham autoridade para falar sobre o tema. Contudo, a primeira coisa que ouvi foi: “Deus não seria justo se...”, “Isso seria crueldade...”. Aqueles homens avaliavam o texto bíblico a partir de sua própria noção de justiça.

Fiquei indignado. Arrogantes, soberbos, indecentes, aqueles homens decidiram, segundo sua própria justiça carnal, o que é justo ou injusto, certo ou errado, bom ou cruel e, a partir disso estavam definindo sua doutrina. Isso sempre me enoja, porque aqueles que agem assim dão a impressão de serem bíblicos, mas apenas usam a Bíblia apenas para apoiar as doutrinas que eles mesmos inventam. Infelizmente isso é muito comum.

Quero ver uma nova geração de pregadores que sejam verdadeiros servos da Palavra, que abandonem seus pressupostos humanos e submetam-se ao que o texto bíblico diz. É um desejo inteso e, para isso, almejo ver surgir na Base Missionária Cidade Forte o Instituto Bíblico Hyperetes, onde a Bíblia será estudada versículo por versículo, em ordem cronológica, durante 3.000 horas em período integral.

Sobre a nossa justiça Deus inspirou o profeta Isaías a dizer: “Somos como o impuro — todos nós! Todos os nossos atos de justiça são como trapo imundo. Murchamos como folhas, e como o vento as nossas iniquidades nos levam para longe.” Isaías 64:6. Como nossos pressupostos serviriam para definir o que as Escrituras querem dizer se em toda a nossa correção somos absolutamente incorretos? É melhor calar e ouvir o que Deus tem a dizer.
..........
Se você quer ser um Ceifeiro (intercessor/ mantenedor/ divulgador) da AMME evangelizar ligue (11) 4228 3222 ou envie um e-mail para ceifeiros@ammeevangelizar.org e um missionário da AMME ligará para você.
..........
Foto: Detalhe de Giovan Battista Tiepolo – Prophet Isaiah

Nenhum comentário:

Postar um comentário

É bem vindo seu comentário que honre e exalte a santidade do Senhor.